olafur1

a casa

Desde a sua fundação em 2004, a Casa Redonda une os talentos e experiências das irmãs baianas Jasmin e Minom Pinho nas áreas de pensamento, criação, produção e negócios.

Atuando em redes de conhecimento, colaboração e coempreendedorismo, a Casa reúne os melhores profissionais técnicos e criativos do Brasil para oferecer conteúdos, soluções e experiências inovadoras, de alto padrão de qualidade e em diálogo com mercado.

Cinema e TV, Artes Visuais e Plataformas Criativas são os três eixos de atuação da Casa.
Ver Reel

cinema e tv

Longas-metragens, documentários, séries de TV e conteúdos para web integram o portfólio da Casa. A empresa acumula amplo expertise no desenvolvimento de projetos e negócios audiovisuais unindo patrocinadores, financiadores públicos e privados, distribuidores e canais de televisão aberta e por assinatura aos melhores talentos criativos do mercado brasileiro.

artes visuais

A Casa cria, desenvolve e produz exposições nacionais e internacionais de arte contemporânea, fotografia, multimídia, arqueologia, escultura, entre outras expressões artísticas e culturais.

Em parceria com importantes museus e centros culturais do país como SESC-SP, MAM – Bahia, MAM – SP, MUBE e Caixa Cultural, a empresa realizou mostras de médio e grande porte no Brasil. Oferece soluções nas áreas criativa, conceitual, gerencial, técnica e estratégica.

plataformas criativas

A Casa Redonda cria, planeja e executa plataformas criativas e de desenvolvimento setorial como editais, fundos de investimento cultural, festivais, concursos, prêmios, laboratórios, eventos, além de colaborar com programas de formação e qualificação de profissionais de diversos segmentos.

Independentes ou customizados para clientes, as plataformas criativas permitem estabelecer novos diálogos e criam oportunidade de relacionamento com redes culturais e criativas de todo o país, mobilizando artistas, produtores, governos, empresas, instituições e organizações sociais.

Minom Pinho

Sócia-diretora da Casa Redonda, graduada em Ciência da Computação e pós-graduada em Arte e Tecnologia pela UNIFACS-Bahia, ministra cursos e palestras na área de gestão cultural.

Possui 15 anos de experiência como produtora executiva de dezenas de conteúdos, projetos e negócios nos mais diversos segmentos artísticos e culturais. Especializou-se em financiamento à cultura envolvendo patrocinadores, investidores, governos e outros players do mercado.

Nos últimos 13 anos produziu longas-metragens de ficção, documentários e séries de TV de alto padrão de qualidade.

Atua na área de consultoria, planejamento e gestão de fundos de investimento cultural, editais, concursos e plataformas criativas de impacto nacional para clientes como Avon, Comgás, NET, Globo e Turner.
Baiana de nascimento e paulistana de coração, seu lado B inclui caminhadas no mato, cozinhar para a família e 25 anos de pesquisa sobre taoismo.

Jasmin Pinho

Sócia-fundadora da Casa Redonda, formada em jornalismo pela PUC RJ, atua como produtora, curadora e documentarista.

Atua há mais de 20 anos em projetos expositivos incluindo mostras em instituições como Sesc SP, MAM SP, MAM Bahia, Paço das Artes RJ, CCBB e British Museum e artistas consagrados como Marina Abramović, Jenny Holzer, Peter Greenway, Gary Hill, Portinari, Walter Smetak.

Residiu em Londres por quatro anos, produzindo conteúdos audiovisuais para Dox Productions, Ridley Scott Associates/ Blackdog e Mango Films. De volta ao Brasil, em 2003, consolidou seu próprio selo de produção fundando a Casa Redonda. Como documentarista, assina a direção de Sonora Rio Bahia e Aristocrata Clube, parte da sua pesquisa sobre memória e cultura brasileira.

Mãe de Samuel, virgem com ascendente em Libra, busca delicadezas e as encontra na poesia, na fotografia e em folhas secas que recolhe pelo caminho.

Amanda Ferreira Gomes

Possui 10 anos de experiência na coordenação de projetos, programas e plataformas culturais, incluindo planejamento, comunicação, gestão, produção e atendimento. Domina de forma profunda os mecanismos de incentivo fiscal à cultura e ao audiovisual nos âmbitos público e privado. É responsável pela coordenação geral de projetos na Casa Redonda para as três áreas de atuação da empresa: audiovisual, artes visuais e plataformas criativas.

Paulistana da zona sul da cidade, Amanda é graduanda em Ciências Sociais, apaixonada por movimentos culturais periféricos, do samba ao hip hop e foge para praia sempre que possível.

Carolina Trevisan

Graduada em Rádio e TV pela Anhembi Morumbi, possui 5 anos de experiência em produção e gestão de projetos culturais com ênfase nos segmentos de artes visuais e conteúdo audiovisual para cinema, TV e web. Possui larga experiência em inscrição, acompanhamento legal e gestão de projetos culturais incentivados incluindo PROAC-SP, Lei Rouanet, Lei do Audiovisual e Fundo Setorial do Audiovisual. Carolina faz o acompanhamento e coordenação das relações internacionais da Casa Redonda com festivais, instituições culturais, canais de TV, distribuidores e coprodutores.

Descendente de italianos por parte de pai e de mãe, Carol não dispensa uma boa lasanha. Ama seu cachorro e se pudesse teria mais cinco pets.

Neide Bispo

Responsável pelo administrativo-financeira na Casa Redonda, Neide é graduada em Administração pelo Centro Universitário Anhanguera e possui 10 anos de experiência no setor cultural.
Gerencia processos administrativos, financeiros e tributários de projetos e programas nos segmentos de audiovisual, artes visuais realizados pela empresa. Suas habilidades incluem prestação de contas de projetos culturais incentivados via Lei Rouanet, Lei do Audiovisual, Fundo Setorial do Audiovisual e PROAC SP.

Baiana residente em São Paulo há mais de 20 anos, o maior talento de Neide é cuidar – dos filhos (Monalisa, Cássio e Duda), parentes e amigos, além de toda a equipe da Casa Redonda.


olafur1

a casa

Desde a sua fundação em 2004, a Casa Redonda une os talentos e experiências das irmãs baianas Jasmin e Minom Pinho nas áreas de pensamento, criação, produção e negócios.

Atuando em redes de conhecimento, colaboração e coempreendedorismo, a Casa reúne os melhores profissionais técnicos e criativos do Brasil para oferecer conteúdos, soluções e experiências inovadoras, de alto padrão de qualidade e em diálogo com mercado.

Cinema e TV, Artes Visuais e Plataformas Criativas são os três eixos de atuação da Casa.

cinema e tv

Longas-metragens, documentários, séries de TV e conteúdos para web integram o portfólio da Casa. A empresa acumula amplo expertise no desenvolvimento de projetos e negócios audiovisuais unindo patrocinadores, financiadores públicos e privados, distribuidores e canais de televisão aberta e por assinatura aos melhores talentos criativos do mercado brasileiro.

artes visuais

A Casa cria, desenvolve e produz exposições nacionais e internacionais de arte contemporânea, fotografia, multimídia, arqueologia, escultura, entre outras expressões artísticas e culturais.

Em parceria com importantes museus e centros culturais do país como SESC-SP, MAM – Bahia, MAM – SP, MUBE e Caixa Cultural, a empresa realizou mostras de médio e grande porte no Brasil. Oferece soluções nas áreas criativa, conceitual, gerencial, técnica e estratégica.

plataformas criativas

A Casa Redonda cria, planeja e executa plataformas criativas e de desenvolvimento setorial como editais, fundos de investimento cultural, festivais, concursos, prêmios, laboratórios, eventos, além de colaborar com programas de formação e qualificação de profissionais de diversos segmentos.

Independentes ou customizados para clientes, as plataformas criativas permitem estabelecer novos diálogos e criam oportunidade de relacionamento com redes culturais e criativas de todo o país, mobilizando artistas, produtores, governos, empresas, instituições e organizações sociais.

Minom Pinho

Sócia-diretora da Casa Redonda, graduada em Ciência da Computação e pós-graduada em Arte e Tecnologia pela UNIFACS-Bahia, ministra cursos e palestras na área de gestão cultural.

Possui 15 anos de experiência como produtora executiva de dezenas de conteúdos, projetos e negócios nos mais diversos segmentos artísticos e culturais. Especializou-se em financiamento à cultura envolvendo patrocinadores, investidores, governos e outros players do mercado.

Nos últimos 13 anos produziu longas-metragens de ficção, documentários e séries de TV de alto padrão de qualidade.

Atua na área de consultoria, planejamento e gestão de fundos de investimento cultural, editais, concursos e plataformas criativas de impacto nacional para clientes como Avon, Comgás, NET, Globo e Turner.
Baiana de nascimento e paulistana de coração, seu lado B inclui caminhadas no mato, cozinhar para a família e 25 anos de pesquisa sobre taoismo.

Jasmin Pinho

Sócia-fundadora da Casa Redonda, formada em jornalismo pela PUC RJ, atua como produtora, curadora e documentarista.

Atua há mais de 20 anos em projetos expositivos incluindo mostras em instituições como Sesc SP, MAM SP, MAM Bahia, Paço das Artes RJ, CCBB e British Museum e artistas consagrados como Marina Abramović, Jenny Holzer, Peter Greenway, Gary Hill, Portinari, Walter Smetak.

Residiu em Londres por quatro anos, produzindo conteúdos audiovisuais para Dox Productions, Ridley Scott Associates/ Blackdog e Mango Films. De volta ao Brasil, em 2003, consolidou seu próprio selo de produção fundando a Casa Redonda. Como documentarista, assina a direção de Sonora Rio Bahia e Aristocrata Clube, parte da sua pesquisa sobre memória e cultura brasileira.

Mãe de Samuel, virgem com ascendente em Libra, busca delicadezas e as encontra na poesia, na fotografia e em folhas secas que recolhe pelo caminho.

Amanda Ferreira Gomes

Possui 10 anos de experiência na coordenação de projetos, programas e plataformas culturais, incluindo planejamento, comunicação, gestão, produção e atendimento. Domina de forma profunda os mecanismos de incentivo fiscal à cultura e ao audiovisual nos âmbitos público e privado. É responsável pela coordenação geral de projetos na Casa Redonda para as três áreas de atuação da empresa: audiovisual, artes visuais e plataformas criativas.

Paulistana da zona sul da cidade, Amanda é graduanda em Ciências Sociais, apaixonada por movimentos culturais periféricos, do samba ao hip hop e foge para praia sempre que possível.

Carolina Trevisan

Graduada em Rádio e TV pela Anhembi Morumbi, possui 5 anos de experiência em produção e gestão de projetos culturais com ênfase nos segmentos de artes visuais e conteúdo audiovisual para cinema, TV e web. Possui larga experiência em inscrição, acompanhamento legal e gestão de projetos culturais incentivados incluindo PROAC-SP, Lei Rouanet, Lei do Audiovisual e Fundo Setorial do Audiovisual. Carolina faz o acompanhamento e coordenação das relações internacionais da Casa Redonda com festivais, instituições culturais, canais de TV, distribuidores e coprodutores.

Descendente de italianos por parte de pai e de mãe, Carol não dispensa uma boa lasanha. Ama seu cachorro e se pudesse teria mais cinco pets.

Neide Bispo

Responsável pelo administrativo-financeira na Casa Redonda, Neide é graduada em Administração pelo Centro Universitário Anhanguera e possui 10 anos de experiência no setor cultural.
Gerencia processos administrativos, financeiros e tributários de projetos e programas nos segmentos de audiovisual, artes visuais realizados pela empresa. Suas habilidades incluem prestação de contas de projetos culturais incentivados via Lei Rouanet, Lei do Audiovisual, Fundo Setorial do Audiovisual e PROAC SP.

Baiana residente em São Paulo há mais de 20 anos, o maior talento de Neide é cuidar – dos filhos (Monalisa, Cássio e Duda), parentes e amigos, além de toda a equipe da Casa Redonda.